Notícias

Alvo do MPE, empresa contratada por Prefeitura recebeu R$ 5,1 mi

A empresa Norge Pharma Comércio de Medicamentos recebeu, em 2020 e neste ano, o total de R$ 5,1 milhões da Prefeitura de Cuiabá.

 

A empresa, com sede em Cuiabá, foi contratada para gerenciar os remédios e insumos estocados no Centro de Distribuição da Capital (CDMIC), onde centenas de itens vencidos foram flagrados no último dia 23.

 

A empresa possui um contrato no valor total de R$ 9,7 milhões, que expirou em janeiro deste ano. No entanto, ela segue gerenciando o serviço. De acordo com a Secretaria de Saúde, houve uma prorrogação do contrato.

 

Conforme apurou a reportagem no Portal Transparência, apenas em 2020, a empresa recebeu R$ 4,5 milhões, apesar de R$ 7,2 milhões terem sido empenhados pelo Município.

 

Já em 2021, mais R$ 600 mil foram depositados na conta da empresa.

 

Suposto direcionamento

 

Em fevereiro deste ano, a Norge Pharma foi alvo de uma ação movida pelo Ministério Público Estadual (MPE), por supostamente ter sido beneficiada com o direcionamento do processo licitatório vencido para a prestação do serviço.

 

O secretário de Saúde da época, Luiz Antônio Pôssas, também foi acionado.

 

A empresa foi contratada em janeiro de 2020 e, na época, o valor firmado era de R$ 19,2 milhões com vigência de 12 meses e previsão de ser prorrogado por iguais períodos ate o limite de 60 meses.

 

Após apontamentos do Conselho Municipal de Saúde, em 24 de março do ano passado, o contrato recebeu um aditivo que suprimiu algumas cláusulas e reduziu o valor para R$ 9,7 milhões.

FONTE MIDIA NEWS