Notícias

Lúdio: Quarentena geral em MT é solução para evitar mortes e colapso total da saúde

Ao comentar a curva do aumento de casos de coronavírus, em Mato Grosso e o colapso da rede de saúde que está sem UTIs para atender os casos graves da doença, o deputado Lúdio Cabral (PT), que é médico sanitarista, defendeu em entrevista ao Conexão Poder, na sexta-feira (26), que não só Cuiabá e Várzea Grande tenham quarentena obrigatória, mas que esse isolamento rigoroso seja estendido a todo o interior do Estado.

“Todo o Estado já deveria estar fazendo isolamento rigoroso máximo, seguindo as medidas máximas desse último decreto (de classificação de risco de contágio em MT). Todo o Estado tinha que estar fazendo esse isolamento há 13 dias na verdade”, enfatizou Lúdio ao comentar as diretrizes determinadas pelo Governo do Estado aos municípios.

O deputado pontua ainda que mesmo que todo o Estado iniciasse agora esse isolamento geral, o sistema de saúde continuaria em colapso por 15 dias e só a partir de então a redução da ocupação de leitos de UTI passaria a ocorrer, devido ao tempo de manifestação dos sintomas de coronavírus nos pacientes.

Na entrevista o deputado ainda comenta as projeções de número de casos em Mato Grosso, que podem ultrapassar os 70 mil casos até o dia 1 de agosto e ainda defende o uso de medicamentos na fase inicial da doença para evitar que os pacientes necessitem de UTI e reduzir os índices de mortes por coronavírus.


FONTE REPÓRTER MT