Notícias
Cuiabá
Médicos e prefeito tratam de melhorias para a saúde
29/06/2018 - 19:05
Auto: Hugo Fernandes /
Em reunião com o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, realizada na noite desta quinta-feira (28), a diretoria do Sindicato dos Médicos do Estado de Mato Grosso (Sindimed-MT) acolheu a sugestão do gestor. Assim sendo, decidiu aguardar o levantamento sobre os impactos orçamentários gerados pelo Projeto de Lei Complementar (PLC) 200/2009. O texto prevê melhorias para a saúde do Município e adequações ao piso salarial dos médicos da Capital.
A segunda reunião deverá ocorrer já na próxima semana, quando Emanuel e sua equipe apresentarão o relatório do estudo dos impactos orçamentários que a lei trará. O pleito da categoria é de que seja estabelecido um subsídio inicial de R$ 5.708,00 para a carreira médica de 20h semanais. A medida incorpora o Prêmio Saúde, um subsídio financeiro pago mensalmente aos profissionais da saúde de Cuiabá.
O texto que norteia o PLC tem como base o acordo firmado em 15 de dezembro de 2017 pelo Sindicato e a então secretária Municipal de Saúde à época, Elizeth Araújo. O documento prevê a realização de um mutirão da Secretaria em parceria com os médicos, visando diminuir as filas de espera por cirurgias, bem como a realização de processo seletivo para contratação de novos profissionais.
Além disso, a mensagem também observa a reestruturação da carreira e a regulamentação em jornadas semanais de 8, 12, 20, 24, 36 e 40 horas, cujos valores poderão ser fixados proporcionalmente à opção de carga horária a ser cumprida. A presidente do Sindicato, Evelyn Bidigaray, e o diretor financeiro, Edson Hideki Harima, se demonstraram cientes e respeitosos quanto aos limites prudenciais impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), mas irão buscar contemplar ao máximo os interesses da categoria na luta pelo Sistema Único de Saúde (SUS) universal e de qualidade.
 
FONTE: Da Assessoria
EDIÇÃO: Hugo Fernandes