Notícias

Anuidade de médicos terá 5% de desconto para pagamento até o dia 31 de janeiro

O Conselho Federal de Medicina, por meio da Resolução CFM nº 2.231/2019, estipulou o valor da anuidade 2020 para Pessoa Física em R$ 772, para pagamento até 31 de março de 2020. Mas os profissionais podem contar com o benefício de 5% de desconto para pagamentos até 31 de janeiro de 2020, no valor de R$ 733,40.

Após essa data o valor será de R$ 748,84, beneficio de 3%, desde que o pagamento seja efetuado até o dia 28 de fevereiro de 2020. A partir desta data, será cobrado o valor integral de R$ 772.

O CRM-MT vai enviar até ao final de dezembro de 2019, pelos Correios, o boleto para pagamento à vista, de R$ R$ 772, com vencimento em 31 de março de 2020. Destacamos que o desconto será concedido automaticamente, respeitando os prazos citados anteriormente.

O médico que não receber o boleto poderá acessá-lo em nosso site. (Clique aqui)

Recém-formados

Os médicos recém-formados terão redução de 60% na anuidade de 2020. As taxas para aqueles que fizerem a primeira inscrição nos Conselhos Regionais de Medicina serão efetuadas com base no valor estabelecido na Resolução CFM nº 2.231/2019, obedecendo à proporcionalidade dos meses do ano.

Critérios de isenção

Integral para os médicos que completam 70 anos no exercício de 2020, sem prejuízo da cobrança de débitos anteriores;

Temporária ou definitiva, no caso de incapacidade laborativa, mediante requerimento e documentação comprobatória;

Integral para profissionais que estiverem exercendo a Medicina exclusivamente na condição de médico militar, mediante requerimento e documentação comprobatória.

Resumo dos benefícios para pessoas físicas

Desconto de 5% na anuidade para pagamento à vista até 31/01/20;

Desconto de 3% na anuidade para pagamento à vista até 28/02/20;

Desconto de 60% para recém-formados;

Isenção integral da anuidade 2020 para médicos que completam 70 anos de idade no exercício de 2020 (independente de pendências financeiras, mas não anula os débitos de exercícios anteriores);

Isenção, temporária ou definitiva, no caso de incapacidade laborativa, mediante requerimento e documentação comprobatória.

Multas e juros

Após os prazos estabelecidos, as anuidades e as parcelas não quitadas das pessoas físicas sofrerão os seguintes acréscimos: multa de 2% e juros de 1% ao mês, calculados de acordo com a regra pro rata die.

FONTE CRM MT