Notícias

Pronto-Socorro de Cuiabá suspende cirurgias por falta de medicamentos e materiais

O Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (HPSMC) suspendeu a realização das cirurgias eletivas que estavam agendadas para esta quinta-feira (16). A medida partiu de uma solicitação dos médicos anestesistas, em virtude da falta de medicamentos e materiais básicos para os procedimentos, como eletrodo e filtro de ventilação mecânica.
 
O fato chama a atenção por conta de um vídeo postado nas redes sociais pelo secretário Municipal de Saúde, Luiz Antônio Possas de Carvalho, no último dia 08. Na mídia, o chefe da pasta afirma que uma carreta de insumos. “Vocês estão acostumados com a falta de medicamentos. Mas isso não é mais realidade aqui”, assegura.
 
Há exatamente 30 dias, o Agora Mato Grosso denunciou a suspensão dos procedimentos cirúrgicos na unidade. Naquele momento, a medida se deu também por conta da manutenção do aparelho que faz a esterilização dos materiais, bem como pela falta de insumos. O Sindicato dos Médicos do Estado de Mato Grosso (Sindimed-MT) tomou conhecimento do caso e está apurando a denúncia.
 
A reportagem do Agora Mato Grosso entrou em contato com a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para obter respostas quanto a denúncia. Mas, até o momento da publicação desta reportagem, o órgão ainda não havia se posicionado sobre a situação.
 
Nota SMS
 
Em relação às informações sobre o cancelamento de cirurgias eletivas no PS nesta quinta-feira (16), a Secretaria Municipal de Saúde informa:
-De acordo com o secretário adjunto de Planejamento e Operações, Milton Corrêa da Costa, pasta responsável pelo Pronto Socorro, os insumos necessários para as cirurgias que estavam em falta foram solicitados ao Centro de Distribuição de Medicamentos e Insumos de Cuiabá – CDMIC. Alguns insumos não haviam sido entregues antes, pois chegaram hoje cedo ao CDMIC e estavam passando pelo processo de confrontamento com os pedidos realizados e entrada das notas.
-Quatro pacientes estavam com cirurgias eletivas marcadas para hoje, mas como até meio-dia os insumos ainda não haviam sido entregues e eles estavam em jejum, a dieta deles foi liberada e as cirurgias foram remarcadas para esta sexta-feira (17).
-Todas as cirurgias de urgência e emergência estão sendo realizadas normalmente.

-Os medicamentos e insumos que faltavam já chegaram ao Pronto Socorro.